Lidos: Os livros de Julho! ♥

Aqui você fica sabendo tudo o que achei dos livros que li no mês que acabou de acabar.
Se você tem algum livro legal pra me indicar, não esquece que dá pra comentar!

PicMonkey Collage

A Viúva – Fiona Barton
Editora: Intrinseca
Sinopse:Ao longo dos anos, Jean Taylor deixou de contar muitas coisas sobre o terrível crime que o marido era suspeito de ter cometido. Ela estava muito ocupada sendo a esposa perfeita, permanecendo ao lado do homem com quem casara enquanto convivia com os olhares acusadores e as ameaças anônimas. 
No entanto, após um acidente cheio de enigmas, o marido está morto, e Jean não precisa mais representar esse papel. Não há mais motivo para ficar calada. As pessoas querem ouvir o que ela tem a dizer, querem saber como era viver com aquele homem. E ela pode contar para eles que havia alguns segredos. Afinal, segredos são a matéria que contamina (ou preserva) todo casamento.
Narrado das perspectivas de Jean Taylor, a viúva, do detetive Bob Sparkes, chefe da investigação, cuja carreira é posta em xeque pelo caso, e da repórter Kate Waters, a mais habilidosa dos jornalistas que estão atrás da verdade, o romance de Fiona Barton é um tributo aos profissionais que nunca deixam uma história, ou um caso, escapar, mesmo que ela já esteja encerrada.
O que eu achei: Comecei ‘A Viúva’ sem querer, e acabei me apegando a história que envolve e é super bem escrita, embora seja MUITO detalhada, o que deixa a narrativa um pouco lenta.
A sensação de poder acompanhar dois tempos que se encontram no final do livro, mostra o quanto a autora é boa no que faz e isso, somado ao tom pessoal de cada um dos personagens dentro da história (sério! Os detalhes íntimos da opinião e personalidade de cada um IMPRESSIONA!), deixam o livro numa das altas prateleiras de dramas interessantes e envolventes do meu ano.

Tudo o Que Nunca Contei – Celeste Ng
Editora: Intrinseca
Sinopse:Um retrato sensível dos segredos que existem em qualquer família. Na manhã de um dia de primavera de 1977, Lydia Lee não aparece para tomar café. Mais tarde, seu corpo é encontrado em um lago de uma cidade em que ela e sua família sino-americana nunca se adaptaram muito bem. Quem ou o que fez com que Lydia — uma estudante promissora de 16 anos, adorada pelos pais e que com frequência podia ser ouvida conversando alegremente ao telefone — fugisse de casa e se aventurasse em um bote tarde da noite, mesmo tendo pavor de água e sem saber nadar? À medida que a polícia tenta desvendar o caso do desaparecimento, os familiares de Lydia descobrem que mal a conheciam. E a resposta surpreendente também está muito abaixo da superfície. Conforme analisa e expõe os segredos da família Lee — os sonhos que deram lugar às decepções, as inseguranças omitidas, as traições e os arrependimentos —, Celeste Ng desenvolve um romance sobre as diversas formas com que pais, filhos e irmãos podem falhar em compreender uns aos outros e talvez até a si mesmos. Uma uma observação precisa e dolorosa do fardo que as expectativas da família representam e da necessidade de pertencimento.
O que eu achei: Um dos livros mais intensos do ano pra mim, ‘Tudo o Que Eu Nunca Contei’ é uma narrativa dramática que envolve e que tem por característica uma leitura contemporânea, mesmo se tratando de uma história de décadas atrás.
Perceber o quanto cada personagem é pensado, o quanto os dramas de cada chegam na gente de formas diferentes, trazendo outra dimensão do mundo interior de cada um é impressionante e mexeu muito comigo.
Destaque para o fato de termos uma protagonista serve de pilastra para que, através de sua história, consigamos vivenciar cada minimo sentimento de outros personagens.
Dei 5 estrelinhas no ‘GoodReads’ e mantenho a indicação aqui pra vocês!
Vale MUITO a pena ir conferir esse livro!

Tudo e Todas As Coisas – Nicola Yoon
Editora: Arqueiro
Sinopse:Uma história emocionante que sai da mesmice e explora as esperanças, os sonhos e os riscos inerentes ao amor em todas as suas formas.” – Kirkus Reviews
Tudo envolve riscos. Não fazer nada também é arriscado. A decisão é sua. “A doença que eu tenho é rara e famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Não saio de casa. Não saí uma vez sequer em 17 anos. As únicas pessoas que eu vejo são minha mãe e minha enfermeira, Carla. Então, um dia, um caminhão de mudança para na frente ¬da ¬casa ao lado. Eu olho pela janela e o vejo. Ele é alto, magro e está todo de preto: blusa, calça jeans, tênis e um gorro que cobre o cabelo. Ele percebe que eu estou olhando e me encara. Seu nome é Olly. Talvez não seja possível prever tudo, mas algumas coisas, sim. Por exemplo, vou me apaixonar por Olly. Isso é certo. E é quase certo que isso vai provocar uma catástrofe.
O que eu achei: Eu amo muito Nicola Yoon por vários motivos.
Sua maneira rápida, mas floreada de contar suas histórias, suas EXCELENTES protagonistas, a representatividade em cada um dos seus livros e todas as linhas de amor e resiliência em cada um dos capítulos, são um conjunto completo que envolve e deixa o leitor feliz e apaixonado por cada história contada.
Lógico que ‘Tudo e Todas as Coisas’ tem alguns efeitos usados para romancear a ficção, mas não se pode negar que a história é linda e leve, perfeita para uma pausa em meio a tantos livros intensos e complexos.

O Conto da Aia – Margareth Atwood
Editora: Rocco
Sinopse:Escrito em 1985, o romance distópico O conto da aia, da canadense Margaret Atwood, tornou-se um dos livros mais comentados em todo o mundo nos últimos meses, voltando a ocupar posição de destaque nas listas do mais vendidos em diversos países. Além de ter inspirado a série homônima (The Handmaid’s Tale, no original) produzida pelo canal de streaming Hulu, a ficção futurista de Atwood, ambientada num Estado teocrático e totalitário em que as mulheres são vítimas preferenciais de opressão, tornando-se propriedade do governo, e o fundamentalismo se fortalece como força política, ganhou status de oráculo dos EUA da era Trump. Em meio a todo este burburinho, O conto da aia volta às prateleiras com nova capa, assinada pelo artista Laurindo Feliciano.’
O que eu achei: Depois de ouvir muito falar sobre a adaptação desse livro para uma série, decidi ler antes de assistir.
Claro que vou fazer um post completinho assim que terminar de assistir a série, mas adianto que esse livro é maravilhoso.
Que história! Que distopia interessante e contemporânea, que leitura feminista e libertadora!
Cada personagem é tão intenso, complexo e bem construído, que surpreende. Além disso, conseguimos ver cada participação como algo essencial para a trama.
Vale MUITO a leitura!

*
Vocês já leram algum desses livros?
Ficaram com vontade de ler?
Me conta tudo nos comentários!
Beijos ♥

Anúncios

3 comentários sobre “Lidos: Os livros de Julho! ♥

Conta pra mim o que você achou?!♥

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s