Lidos: Os livros de Junho!♥

Aqui você fica sabendo tudo o que achei dos livros que li no mês que acabou de acabar.
Se você tem algum livro legal pra me indicar, não esquece que dá pra comentar!

PicMonkey Collage

Fiquei Com Seu Número – Sophie Kinsella
Editora: Record
Sinopse:A jovem Poppy Wyatt está prestes a se casar com o homem perfeito e não podia estar mais feliz… Até que, numa bela tarde, ela não só perde o anel de noivado (que está na família do noivo há três gerações) como também seu celular. Mas ela acaba encontrando um telefone perdido no hotel em que está hospedada. Perfeito! Agora os funcionários podem ligar para ela quando encontrarem seu anel. Quem não gosta nada da história é o dono do celular, o executivo Sam Roxton, que não suporta a ideia de ter alguém bisbilhotando suas mensagens e sua vida pessoal. Mas, depois de alguns torpedos, Poppy e Sam acabam ficando cada vez mais próximos e ela percebe que a maior surpresa da sua vida ainda está por vir.
O que eu achei: Eu já conhecia Sophie pelo (adaptado para os cinemas), ‘Delírios de Consumo de Becky Bloom‘, mas não havia lido nada dela antes de ‘Fiquei Com Seu Número‘ e a expectativa se alinhou a realidade. Trata-se de um romance bem açucarado, cheio daquele toque de comédia-romântica B americana, dos longas que poderia ser estrelado por Kate Beckinsale ou Katherine Heigl.
Achei a história manjada e a trama bem clássica com um inicio curioso e uma continuidade amarrada para que os personagens sejam bem humanizados.
No mais, foi de utilidade para ~limpar o paladar~ do limbo literário depois de ‘Menino de Ouro’.

A Sangue Frio – Truman Capote
Editora: Companhia das Letras
Sinopse:Com o objetivo de fazer uma reportagem sobre o assassinato do casal Clutter e seus dois filhos, ocorrido em 1959 na cidade de Holcomb, nos Kansas, Estados Unidos, Truman Capote passou mais de um ano na região, entrevistando os moradores e investigando as circuntâncias do crime. Sem gravador ou bloco de notas, munido apenas de sua prodigiosa memória e de um talento excepcional para observar detalhes, escrafunchar informações e, sobretudo, contar uma boa história, Capote produziu um clássico do jornalista literário.
O que eu achei: Depois de ver uma entrevista do jornalista Caco Barcellos no ‘Conversa com Bial‘, fiquei muito empolgada pra ler a obra de Capote, mas a confesso que, mesmo se tratando de um clássico, achei o livro bem lento.
Com uma narrativa pesada e demorada, a história é bem desenvolvida, mas demora a engatar (quase pela página 100 pensei em desistir), o que traz certo desespero.
No mais, o livro impressiona pela riqueza nos detalhes e vale pelo texto clássico.

A Lua de Mel – Sophie Kinsella
Editora: Record
Sinopse:Ao se dar conta de que o namorado nunca vai pedir sua mão em casamento, Lottie toma uma decisão. Termina o compromisso com ele e diz o tão sonhado sim a Ben, uma antiga paixão, com quem ela havia prometido se casar se ambos ainda estivessem solteiros aos 30 anos. Os dois então resolvem pular o namoro e ir direto para uma cerimônia simples e seguir para a lua de mel em Ikonos, a ilha grega onde eles se conheceram. Mas Fliss, a irmã mais
velha da noiva, acha que Lottie enlouqueceu. Já Lorcan, que trabalha na empresa de Ben, teme que o casamento destrua a carreira do amigo. Fliss e Lorcan então elaboram um plano para sabotar a noite de núpcias do casal e impedir que os noivos cometam o maior erro de suas vidas.
O que eu achei: Depois de ‘A Sangue Frio’, aconteceu de novo o limbo de leituras, então, peguei mais uma obra de Sophie.
Assim como ‘Fiquei Com Seu Número’, ‘A Lua de Mel’ é uma comédia romântica atrapalhada, cheia de idas e vindas, com romances esperados e uma trama bem previsível, que cumpre bem seu papel de entreter.

Desaparecidas – Lauren Oliver
Editora: Verus
Sinopse:As irmãs Dara e Nick eram inseparáveis, mas isso foi antes — antes de Dara beijar Parker, antes de Nick perdê-lo como melhor amigo, antes do acidente que deixou cicatrizes no belo rosto de Dara. Agora as duas, que eram tão próximas, não estão mais se falando. Em um instante Nick perdeu tudo, e está determinada a usar o verão para conseguir sua vida de volta.
Só que Dara tem outros planos. Quando ela desaparece, no dia de seu aniversário, Nick acha que a irmã está se divertindo por aí. Mas outra garota também sumiu — Madeline Snow, de nove anos — e, conforme Nick procura pela irmã, fica cada vez mais convencida de que os dois desaparecimentos podem estar conectados.
O que eu achei: Seguindo a linha de dois outros livros que já apareceram em resenhas aqui no blog (‘Mentirosos’ e ‘Temporada de Acidentes’), ‘Desaparecidas’ tenta trazer questões fortes para o YA, mas acaba se apoiando em alguns recursos frágeis e deixa a desejar, na minha opinião.
Mesmo com uma ótima trama, a forma como a história foi montada acaba deixando tudo ainda mais confuso e, mesmo com um bom ritmo, fica difícil entender direito o que está acontecendo em vários momentos.
Lamentei bastante porque a sinopse prometia e os personagens são EXCELENTES, construídos de forma concisa e cheios de personalidade.

Outros Jeitos de Usar a Boca – Rupi Kaur
Editora: Planeta do Brasil
Sinopse:Maior fenômeno de poesia dos EUA na última década, há mais de 40 semanas no topo das listas de best-sellers. “Outros jeitos de usar a boca” é um livro de poemas sobre a sobrevivência. Sobre a experiência de violência, o abuso, o amor, a perda e a feminilidade. O volume é dividido em quatro partes, e cada uma delas serve a um propósito diferente. Lida com um tipo diferente de dor. Cura uma mágoa diferente. Outros jeitos de usar a boca transporta o leitor por uma jornada pelos momentos mais amargos da vida e encontra uma maneira de tirar delicadeza deles. Publicado inicialmente de forma independente por Rupi Kaur, poeta, artista plástica e performer canadense nascida na Índia – e que também assina as ilustrações presentes neste volume –, o livro se tornou o maior fenômeno do gênero nos últimos anos nos Estados Unidos, com mais de 1 milhão de exemplares vendidos.
O que eu achei: Que livro lindo e impactante.
A divisão de fases, as gravuras, o timing pra cada poema, enfim, cada um dos pedacinhos dele é perfeito, toca fundo e me fez, como mulher, me identificar muito.

*

Se você gostou das resenhas, ficou com vontade de ler algum desses livros, ou já leu e está morrendo de vontade de falar com alguém sobre: comenta aqui embaixo!
Vamos conversar!
Beijos ♥

Anúncios

Conta pra mim o que você achou?!♥

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s