Lidos: Os livros de Maio!♥

Aqui você fica sabendo tudo o que achei dos livros que li no mês que acabou de acabar.
Se você tem algum livro legal pra me indicar, não esquece que dá pra comentar!

PicMonkey Collage

Suicidas – Raphael Montes
Editora:
Benvirá
Sinopse:
‘Um porão, nove jovens e uma Magnum 608. O que poderia ter levado universitários da elite carioca – aparentemente sem problemas – a participar de uma roleta-russa?
Um ano depois do trágico evento, que terminou de forma violenta e bizarramente misteriosa, uma nova pista, até então mantida em segredo pela polícia, ilumina o nebuloso caso. Sob o comando da delegada Diana Guimarães, as mães desses jovens são reunidas para tentar entender o que realmente aconteceu, e os motivos que levaram seus filhos a cometerem suicídio.
Por meio da leitura das anotações feitas por um dos suicidas durante o fatídico episódio, as mães são submersas no turbilhão de momentos que culminaram na morte de seus filhos. A reunião se dá em clima de tensão absoluta, verdades são ditas sem a falsa piedade das máscaras sociais e, sorrateiramente, algo maior começa a se revelar.’
O que eu achei: 
Preciso começar comentando na surpresa tão boa encontrada em ‘Suicidas’.
Eu, que não tenho o menor costume de ler livros nacionais fora dos clássicos, fiquei envolvida e amarrada pela história tão bem escrita e tão cronologicamente acertada.
‘Suicidas’ foi escrito com a divisão de três tempos que se misturam na narrativa.
O primeiro tempo é o diário do Alessandro, onde o protagonista narra algumas passagens dos dias que antecedem a fatídica noite da roleta. O segundo é o caderno/livro encontrado na cena do crime, que descreve os fatos da noite e o terceiro é a apresentação desse caderno, um ano depois da noite da roleta, as mães dos jovens envolvidos.
De cara, essa divisão já expõe o brilhantismo do autor, que não deixa perder o timing para as cenas mais importantes, não deixa passar os ganchos que a narrativa ousada lhe propicia e consegue alinhar os personagens de forma inteligente, construindo perfis sem obviedade nenhuma.
De todo o livro impecável, a unica situação que me incomodou porque causou uma estranheza, foi um detalhe final, que para alguns leitores pode passar tranquilamente, mas que ficou um pouco na minha cabeça por ser meio inverosímel.
No mais, ‘Suicidas’ é um livro excelente, que vale pra quem gosta de suspenses policiais, com um toque de terror/horror.

O Menino Que Desenhava Monstros – Keith Donohue
Editora:
Darkside Books
Sinopse: 
‘Jack Peter é um garoto de 10 anos com síndrome de Asperger que quase se afogou no mar três anos antes. Desde então, ele só sai de casa para ir ao médico. Jack está convencido de que há de monstros embaixo de sua cama e à espreita em cada canto. Certo dia, acaba agredindo a mãe sem querer, ao achar que ela era um dos monstros que habitavam seus sonhos. Ela, por sua vez, sente cada vez mais medo do filho e tenta buscar ajuda, mas o marido acha que é só uma fase e que isso tudo vai passar. Não demora muito até que o pai de Jack também comece a ver coisas estranhas. Uma aparição que surge onde quer que ele olhe. Sua esposa passa a ouvir sons que vêm do oceano e parecem forçar a entrada de sua casa. Enquanto as pessoas ao redor de Jack são assombradas pelo que acham que estão vendo, os monstros que Jack desenha em seu caderno começam a se tornar reais e podem estar relacionados a grandes tragédias que ocorreram na região. Padres são chamados, histórias são contadas, janelas batem. E os monstros parecem se aproximar cada vez mais. Na superfície, O Menino que Desenhava Monstros é uma história sobre pais fazendo o melhor para criar um filho com certo grau de autismo, mas é também uma história sobre fantasmas, monstros, mistérios e um passado ainda mais assustador.’
O que eu achei: 
Esperava MUITO de ‘O Menino Que Desenhava Monstros‘, e acabei me decepcionando mesmo.
Com uma narrativa arrastada, achei tudo demorado demais. O livro pareceu repetitivo até seus momentos finais, que culminaram num momento surpreendente, mas que, na minha opinião, não valeu toda a espera.
A leitura é lenta e o suspense nem é tão bom assim. (Me lembrou ‘As Gêmeas do Gelo‘ piorado).

Uni-Duni-Tê – M.J. Arlidge
Editora:
Record
Sinopse:
‘Um assassino está à solta. Sua mente doentia criou um jogo macabro no qual duas pessoas são submetidas a uma situação extrema: viver ou morrer. Só um deverá sobreviver. Um jovem casal acorda sem saber onde está. Amy e Sam foram dopados, capturados, presos e privados de água e comida. E não há como escapar. De repente, um celular toca com uma mensagem que diz que no chão há uma arma, carregada com uma única bala. Juntos, eles precisam decidir quem morre e quem sobrevive. Em poucos dias, outros pares de vítimas são sequestrados e confrontados com esta terrível escolha. À frente da investigação está a detetive Helen Grace, que, na tentativa de descobrir a identidade desse misterioso e cruel serial killer, é obrigada a encarar seus próprios demônios. Em uma trama violenta que traz à tona o pior da natureza humana, Grace percebe que a chave para resolver este enigma está nos sobreviventes. E ela precisa correr contra o tempo, antes que mais inocentes morram.’
O que eu achei: 
Fã de suspenses e thriller’s que sou, a premissa de ‘Uni-Duni-Tê’ me deixou muito animada e me entregou MUITOS pontos positivos, mas infelizmente, também entregou alguns clichês previsíveis.
A história é bem amarradinha e a trama bem montada, ainda assim, as vezes a leitura ficou confusa pelas passagens de tempo e pela escrita um pouco perdida.
Achei que os errinhos (que podem até ser de tradução) foram compensados pelo fato de termos uma detetive MULHER no centro do livro, além de termos personagens de personalidades (e até gêneros) variados.
Apesar da premissa e continuidade conhecia, quero ler os próximos livros da série ‘Helen Grace’, pela protagonista forte.

*

Você já leu algum desses livros?
Gostou?
Ficou com vontade de ler?

Me conta tudo nos comentários!
(E não esquece de me adicionar no Good Reads, onde dá pra ver tudo o que tá na minha ‘to read’ list!)

beijos ♥

Anúncios

15 comentários sobre “Lidos: Os livros de Maio!♥

  1. O Menino que desenhava monstros tá na minha lista há um tempo KKKKKK mas se for tão arrastado assim, Xesus!

    E, eu não comento sempre, mas eu gosto muito do seu conteúdo, da forma como organiza os posts e claro, pelo fato de você usar as palavras que só vejo no dicionário e nos artigos da faculdade! HAHAHA achou show de bola :D “inverosímel”

    Beijosss!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Esse “Suicidas” pareceu-me incrível!! Eu amo bons thrillers!! <3 Para você que gosta do gênero, recomendo Menina Má de William March. Eu não dou a mínima para os detetives serem homens ou mulheres ou extraterrestres desde que sejam astutos e engenhosos (Hercule Poirot <3 e Miss Marple <3), mas se você gosta mais de mulheres detetives, não deixe de ler os livros de Tess Gerritsen que compreendem à série Rizolli & Isles. São fantásticos!!! Jane Rizolli é a detetive e Maura Isles é a médica legista super estilosa e sempre de batom vermelho <3 (na série de TV, a Maura é ainda mais estilosa que nos livros, pois veste várias cores além de preto). Leia Tess Gerritsen e irá amar! Atualmente, minha autora favorita de thrillers, aliás. E a Bianca, do Digavando, também ama!

    Beijos!!

    Curtido por 1 pessoa

Conta pra mim o que você achou?!♥

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s