Filmes Assistidos! #33

É nesse post (MENSAL) que eu reúno tudo o que assisti nos cinemas, zapeando o Netflix ou a TV atrás de filmes legais.
(Vale dizer que pro segundo semestre, estou com planos de um desafio de cinema (pra tentar me ”obrigar” a ir as telonas pelo menos uma vez ao mês). Vamos acompanhando a saga RISOS).

Legenda de Classificação
☆☆ – Bom, mas não assistiria de novo;
☆☆☆ – Bom;
☆☆☆☆ – Muito bom;
☆☆☆☆☆ – Já quero na coleção! ♥
(Todas as sinopses são pelo ‘Adoro Cinema’).

A Bela e A Fera (2017)

Sinopse: ‘Moradora de uma pequena aldeia francesa, Bela (Emma Watson) tem o pai capturado pela Fera (Dan Stevens) e decide entregar sua vida ao estranho ser em troca da liberdade dele. No castelo, ela conhece objetos mágicos e descobre que a Fera é, na verdade, um príncipe que precisa de amor para voltar à forma humana.’
Estrelinhas: ☆☆☆☆☆
O filme e o enredo: Esperei MUITO pelo live-action e realmente o longa correspondeu a todas as minhas expectativas.
A história é conhecida, mas preciso dar alguns high-lights sobre os detalhes técnicos.
Com uma produção IMPECÁVEL e repleto de magia, o filme fez jus a um dos desenhos animados mais queridinhos da minha geração.
Não preciso citar a trilha sonora e os figurinos, porque me deixou sem palavras tamanha beleza e delicadeza, além da fotografia que é linda e que conta com uma iluminação única.
O elenco: Emma Watson (‘Saga: Harry Potter’), como já era de se esperar, faz jus ao título de Bela, implementando alguns detalhes tão simbólicos, modernos e luxuosos a personagem e sua personalidade, que nos deixa sem ar. Tudo isso sem perder a graça e o encanto.
Além dela, destaque ao estrelado elenco: Stanley Tucci (AMO desde ‘O Diabo Veste Prada’), Ewan Mcgregor (‘A Ilha’), Emma Thompson (‘Pegando Fogo‘), Gugu Mbatha-Raw (‘Black Mirror’) e Ian McKellen (‘X-Men’), todos representando a mobília do castelo.
Como parte final do elenco, mais destaques a Luke Evans (‘Velozes e Furiosos 6’) e Josh Gad (‘Amor e Outras Drogas’), que estão ótimos em seus papéis e mandam super bem nas músicas.
As perdas pela falta de destaque no filme ficam por conta de Kevin Kline (‘A Escolha de Sofia’) e Dan Stevens (‘Caçada Mortal’) pelos respectivos Maurice e Fera.
Considerações finais: Achei o longa encantador! Que filme lindo esteticamente e cheio de nuances que misturam a delicadeza do antigo desenho a modernidade das novas tecnologias!
Vale SUPER a pena conferir.

O Bom Dinossauro (2015)

Sinopse: ‘Os dinossauros foram extintos após a colisão de um gigantesco asteróide com o planeta Terra. E se este evento não tivesse ocorrido? O filme parte desta premissa para trazer a história de dinossauros que ainda hoje controlam o planeta. E mostra a amizade de Arlo, um dinossauro adolescente, com um jovem menino humano, Spot.’
Estrelinhas: ☆☆☆
O filme e o enredo: Peguei o longa sem querer na TV e acabei me apaixonando pelos gráficos, mas, para por aí.
Achei o filme bem infantil, bem simples, de fácil entendimento, realmente creio que para atingir a um público com uma faixa etária BEM novinha.
Ainda assim, a lição de amor, liberdade e força é contada com emoção e vale a pipoca.
Considerações finais: Uma animação fofa, cheia de significado e que deve ser assistida pelas crianças, afim de despertar a compaixão e torcida pelos protagonistas.
Gráficos imperdíveis pra quem gosta de desenhos.

Fragmentado (2017)

Sinopse: ‘Kevin (James McAvoy) possui 23 personalidades distintas e consegue alterná-las quimicamente em seu organismo apenas com a força do pensamento. Um dia, ele sequestra três adolescentes que encontra em um estacionamento. Vivendo em cativeiro, elas passam a conhecer as diferentes facetas de Kevin e precisam encontrar algum meio de escapar.’
Estrelinhas: ☆☆☆
O filme e o enredo: Sou fissurada por M. Night Shyamalan, então, corri para o cinema para assistir seu longa. Como dizem, expectativa nem sempre é bom, e foi um pouco do que aconteceu com o filme para mim.
Mesmo com uma história muito consistente (característica clássica do diretor), esperei uma movimentação maior, mesmo na crescente final, mas ela passou tão sutilmente, que fiquei um pouco chocada e sem entender.
O longa conta com montagem e produção impecáveis e não deixa a desejar no quesito trilha e fotografia, mas não gostei muito do ritmo emplacado, acredito que isso atrapalhe o ‘grand finale‘.
O elenco: James McAvoy (‘X-Men – Primeira Classe’) está, com certeza, no melhor papel de sua carreira. Ele faz vale o filme todo, o ingresso, a pipoca, enfim, ele É o longa.
Anya Taylor-Joy que conhecemos em ‘A Bruxa’, mostra toda a sua classe dentro de uma trama tão tensa e, acredito eu, aparecerá muito depois do longa.
Considerações finais: Fã de Shyamalan que sou, posso afirmar que o longa não é sua melhor obra, simplesmente pelo ritmo lento, mas que não deixa a desejar no quesito produção e história, além da atuação de McAvoy que mostra REALMENTE a que veio.
Aos fãs do diretor, vale ressaltar o final CHEIO DE SAUDOSISMO do longa.
(Vamos falar sobre ISSO sem spoiler nos comentários?).

 A Garota No Trem (2016)

Sinopse: ‘Rachel (Emily Blunt), uma alcoólatra desempregada e deprimida, sofre pelo seu divórcio recente. Todas as manhãs ela viaja de trem de Ashbury a Londres, fantasiando sobre a vida de um jovem casal que vigia pela janela. Certo dia ela testemunha uma cena chocante e mais tarde descobre que a mulher está desaparecida. Inquieta, Rachel recorre a polícia e se vê completamente envolvida no mistério.’
Estrelinhas: ☆☆
O filme e o enredo: Eu esperei TANTO por esse filme, e ao assisti-lo veio a decepção.
A história é boa sim, tem potencial e tudo, mas entrega rápido demais o final. Fiquei triste ao entender a trama antes do meio do longa, perdendo o suspense, o drama e as tensões finais.
Ainda assim, tecnicamente a montagem é perfeita e a forma como a luz incide a cada pensamento da protagonista é genial.
O elenco: Emily Blunt (‘Sicário’) está em seu melhor papel. Como a dramática protagonista, sua dor é aflitiva e ao mesmo tempo desperta a empatia do telespectador.
Além dela, o longa conta com o novo queridinho dos cinemas, Luke Evas (‘A Bela e A Fera’) e Justin Theroux (‘The Leftovers’), mas os destaques são pro time feminino que segue com Haley Bennett (‘O Buraco’) e Rebecca Ferguson (‘Florence – Quem é Essa Mulher?’).
Fica aqui também minha indignação ao ver Lisa Kudrow em um papel tão pequeno ):
Considerações finais: Lamentável ver um longa com tanto potencial, se perder ao contar uma história que merece um véu mais firme de suspense para manter o interesse.
Vale pela atuação de Emily Blunt.

*

Vocês assistiram algo legal nesse mês que passou?
Compartilham das mesmas opiniões que eu sobre os filmes acima?
Me conta nos comentários!

beijos!♥

Anúncios

2 comentários sobre “Filmes Assistidos! #33

Conta pra mim o que você achou?!♥

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s