A obrigação na diversão.

Desde que eu me entendo por gente, sou vidrada numa caneta e papel.
Sempre adorei escrever desde repetidas vezes meu nome quando estou ao telefone, até poeminhas, poesias, diários pessoais e tal.
Logo, o blog foi criado justamente pra isso: colocar em palavras (mesmo que digitadas), tudo o que teimava em sair dessa cabeça. Acontece que, meio que sem querer, esse espaço tão querido, foi aos poucos se tornando mais uma obrigação no meu dia a dia.
Sei que é fácil encontrar pro aí ~blogueirxs~ que adotaram a esse mesmo discurso, mas cada vez sinto que essa sensação é mais real e geral dentro da blogosfera.

Pensando nisso, fiquei tentando entender o que está me desmotivando e reparei que se trata, especialmente, da falta de conteúdo NOVO.
Não só meu, mas de toda uma geração atuante nos blogs e sites.
Circulando pelo meu reader, só o que eu consegui ver foram inúmeros blogs abordando os MESMOS assuntos.
Será que meu problema é ter que me reinventar ou é a falta de espaço para o novo, que acaba por desestimular minha (nossa?) criatividade?! Será que ver ‘mais do mesmo’ influencia diretamente no conteúdo que EU (nós?) produzimos?
Ou será que é notar, cada dia mais, que as cópias, as reclamações e as cobranças de um ‘chefe que não existe’, estão cada vez mais aparentes?

A dúvida é iminente, mas o que aterroriza ainda mais é pensar que: se nós, que estamos dentro da blogosfera (blogs amigos/ novos blogs), não conseguimos se quer nos conectar uns com os outros, como vamos conseguir conquistar o público de fora?! Isso é, as pessoas que não compartilham desse amor por escrever ou expor conteúdo?

Ainda nesse meio todo, me descobri tentando entender o que faço nesse mundo dos blogs.
Coloquei em uma balança, pra pensar mesmo, o tipo de conteúdo que ando produzindo.
Gostaria de falar MAIS sobre coisas aleatórias, e com isso, ter menos obrigações em ser didática e ‘certinha’. Quero poder só listar coisas gostosas que comi, colocar fotos de lugares bonitos que fui e não precisar filosofar tanto por isso.
Quero mais liberdade dentro do meio que eu mesma escolhi e construí pra me abrir.

Fica aí a reflexão: até onde a diversão se torna obrigação?!

h1hfnug
(pra terminar um GIF de pandas porque esse assunto foi muito pesado)

Anúncios

15 comentários sobre “A obrigação na diversão.

  1. Excelente texto.. hoje há tantos que um a mais não faz diferença.. quando olho e vejo que há uma obrigação, realmente pesa. Mas que a gente não pare, que continuemos a escrever somente pelo prazer, pela liberdade e pela sensação maravilhosa que criar um texto nos causa.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Vera, adorei sua reflexão! Vejo que isso tem ocorrido com algumas pessoas na “blogosfera”, e principalmente em blogs com conteúdo MARAVILHOSO e ORIGINAL, como é o teu caso (juro!). Pra mim, teu blog não tem nada de igual, é beeem autêntico, tanto que sempre faço questão de ler teus posts e comentar.
    Sobre a questão da obrigação, sobre a diversão, sobre a temática proposta no post, no meu caso, gosto de escrever sobre o que sinto, o que vejo e gosto, sobre coisas novas e legais que descubro por ai. Assim, nunca me falta conteúdo e sempre é diferente (pelo menos ao meu ver) o que posto, pois foi feito por mim num momento em que eu queria realmente compartilhar aquilo…
    Me embaralhei toda… heheh Mas é isso!
    Xero e adoro teu conteúdo!!!!

    Curtido por 1 pessoa

    • Ai que fofa Mari!
      Também curto muito seu conteúdo (senão, nem comentaria.. Sou dessas hahaha).. mas tive que desabafar.. Vi uns 4 ou 5 blogs com um post IGUALZINHO um do outro, sabe?!
      E mais, você tem super razão quando fala sobre a diversão.. Acho que quando ultrapassa o limite entre ela e obrigação, precisamos pensar e repensar sobre o que estamos produzindo né?!

      Obrigada pelo carinho e saiba que é recíproco!
      Super beijo!

      Curtido por 1 pessoa

  3. Abraça, migs! Blogosfera está um cenário bem estranho nos últimos tempos.
    Sou da época em que a gente blogava por amor e conhecia todas as blogueiras, éramos unidas, comentávamos em todos os posts das outras, compartilhávamos nossos interesses bem despretensiosamente e tudo era mais cheio de amor.
    Hoje já uma obrigação e cobrança desnecessária e uma glamourização de uma vida que não é glamourosa para a maioria de nós.
    Vamos ser felizes fazendo o que a gente gosta e sem se preocupar com a pressão externa.
    Bjuxxxx

    Curtido por 1 pessoa

  4. Boa reflexão! Eu concordo com essa repetição de temas, infelizmente é bem recorrente. Ainda mais com a explosão de publiposts, existem dias que tenho praticamente as mesmas postagens uma atrás de outra no instagram! Mas ainda existem os blogs de coração, e adoro visitá-los. De certa forma, meu blog se tornou uma obrigação minha, mas é uma obrigação gostosinha!
    Beijos!!
    Blog Amanda Hillerman

    Curtir

  5. Acho que esse sentimento de mais do mesmo é principalmente porque as pessoas fazem blogs no intuito de serem lidas. Aí, por essa lógica, em algum momento elas acabam indo na direção que acham que os leitores querem que elas vão. É meio burro esse pensamento, mas pra mim faz sentido. Eu vejo muita gente por aí postando de um jeito meio frio, como se fosse ensaiado, e não de coração.
    Bom, se você resolver postar coisas diferentes eu vou continuar vindo aqui. Senão, vou vir do mesmo jeito. askjdhaskdjh
    PS: Pandas <3

    Curtido por 1 pessoa

  6. Muito boa reflexão, Vera!
    Eu não gosto de deixar o blog desatualizado porque sinto que os leitores somem quando isso acontece. Essa é uma cobrança do meu “chefe invisível”. Quando comecei, falava muito mais de coisas que eu estava ouvindo, sem buscar uma conexão com o momento atual do mundo (um gancho) ou sem pensar no que um provável leitor estaria esperando. Como a Bianca disse, minha expectativa era ser lida (ainda é) e, então, senti que deveria buscar isso. Seria uma outra cobrança do “chefe invisível”? Não sei…
    No fim das contas, sigo tentando manter uma regularidade. E, em meio às minhas aberturas para falar de artistas que agradem aos leitores, me mantenho dentro daquilo que eu também gosto ou me sinto confortável escrevendo sobre.
    Não sei se estou fazendo o que seria ideal, mas o que me deixa feliz é saber que consigo escrever com sinceridade, me colocando nos posts (acho que você mesma ressaltou isso pra mim, obrigada!). Vejo muito “mais do mesmo” por ai e nem é só pela repetição de conteúdo, mas principalmente pela forma de escrita. As pessoas parecem ir se perdendo de si naquilo que produzem. Isso é perda de liberdade e não é isso o que a gente quer :)
    #refleti, #filosofei #escrevimuito

    Curtido por 1 pessoa

    • É isso Lari! Na verdade meu ponto é muito sobre o que você falou, que o importante é fazer o que te faz feliz, sem se preocupar com views ou com a necessária obrigação da postagem sabe?! Tem dias que gosto de ficar na minha concha, e aí esse mood muitas vezes me barra ou impulsa a postar pra colocar no ‘papel’ coisas que sinto..
      Enfim, espero poder continur sempre aproveitando do seu conteúdo, das suas resenhas e de tudo o que seu blog, assim como tantos outros que gosto, oferecem com originalidade, personalidade e carisma.
      #falamosmuito #maséculpadadiscussão #queépolemicamesmo

      Curtido por 1 pessoa

      • <3
        Obrigada pelo carinho e apoio de sempre, Verinha! Nem precisava dizer, mas eu vou sempre acompanhar o que você se sentir à vontade para colocar no "papel". Autenticidade é algo que eu sempre irei valorizar.
        Um beijo!

        Curtido por 1 pessoa

  7. Ai meu Deus, Vera! Era tudo o que eu precisava ler hj! Eu também entrei nesse mundo do blog só pra poder por pra fora! Mas de repente a gente se coloca umas obrigações bobas, que não fazem muito sentindo, porque se é pra escrever por prazer, porque se por essa obrigação?
    Amo seu blog e seu conteúdo! adorei seu post! e ri alto com a gif dos pandas AHAHHA

    Curtido por 1 pessoa

Conta pra mim o que você achou?!♥

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s