O Grammy 2016, sua representatividade e porque você deveria se importar com isso!

Ontem aconteceu o Grammy 2016, a premiação que entrega gramofones pro ‘crème de la crème’ da música do último ano.
Por isso, quando saiu a lista de indicados, fiquei emocionada! Já é característico do NARS (National Academy of Recording Arts and Sciences) eleger grande nomes, sem a menor distinção com o artista fora do âmbito musical, mas esse ano, eles se superaram.

Dizem que ‘O Grammy é o Oscar da música‘, mas não é não, eu vou te contar o porque.
Diferente de toda a distinção racial vinda da academia nas indicações do Oscar desse mesmo ano (deixaram de fora Michael B. Jordan e Idris Elba, que poderiam ser indicados por ‘Creed’ e ‘Beasts of No Nation’, respectivamente), o Grammy mostrou a que veio e colocou logo no topo da lista de indicados, Kendrick Lamar, rapper e detentor de um dos melhores álbuns das últimas décadas do mundo da música (e não sou só eu que acho, ‘To Pimp a Butterfly’ é considerado pelo ‘Metacritic’ um álbum com 96 dentro de 100 pontos possíveis para se tornar uma aclamação universal).
Kendrick-Lamar-Throwing-Out-Dodgers-First-Pitch-FDRMX
-seu maravilhoso!♥-
Poderia parar por aí, mas o rapper, que foi indicado a 11 prêmios, levou pra casa 4 gramofones e ainda puxou fila para a parceira de ‘Bad Blood’, Taylor Swift, que levou pra casa o prêmio de ‘vídeo do ano‘ pela parceria e mais 2 prêmios, agradecendo com um discurso sobre emponderamento feminino que nos encheu de orgulho. #GostoDoKanyeMasAsVezesEleDefecaPelaBoca 

Daí você me pergunta: ‘E só por isso ele demonstrou representatividade?‘, e eu te respondo: ‘Não! vem comigo que não para por aí!‘.

Disposto a dar, não apenas um, mas vários tapas na cara da sociedade, o Grammy homenageou a vários artistas como Bowie (com Gaga demonstrando porque é uma das grandes artistas dos últimos anos) e Glenn Frey, mas não deixou passar e colocou entre as homenagens, três grandes nomes da música negra dos EUA,
Lionel Ritchie, Maurice White e BB King, respectivamente cantados por Demi Lovato, Stevie WonderChris Stapleton, Gary Clark Jr. e Bonnie Raitt, apenas mais uma prova de que não cabe qualquer distinção ou preconceito, especialmente, quando se trata de talento e arte.

Pra fechar esse ano tão maravilhoso para o Grammy (senti falta de Adele ganhando mil prêmios por ’25’, mas ela cantou lindamente e 2017 tá aí, miga!), além de apresentações de novos artistas tão bons como foi a de Tori Kelly com James Bay, ainda teve prêmio de revelação para a plus size, Meghan Trainor e MUITO do que eu considero, nova-geração- Michael-Jackson, The Weeknd e Bruno Mars, levando mais prêmios para a casa.

Muita gente deve se perguntar o porque isso é tão importante, mas essa resposta é fácil: é importante porque de alguma forma, é visionário termos tantos artistas grandes, com tanta visibilidade, conseguindo mostrar sua arte e quebrar paradigmas construídos durante anos de uma história marcada pelo preconceito e pelas lutas contra ele.

 Todo esse #textão, foi pra dizer que: vai ter representatividade sim!
E se reclamar a gente boicota o Oscar!
(Tá, brincadeira! Mas que a academia tem muito que aprender, isso tem!).

Anúncios

2 comentários sobre “O Grammy 2016, sua representatividade e porque você deveria se importar com isso!

  1. Ah, não assisti…
    Acho que no quesito música, sou muito desatualizada, sabe.
    Nunca escuto as músicas quando os cantores lançam, só venho ouvir bem depois, e sou a rainha das músicas antigas (anos 50, 60, 70 e por ai vai)! heheh
    Mas adoro a Taylor! Acho merecida a vitória e o discurso deve ter sido show!!!
    Xero

    Curtido por 1 pessoa

Conta pra mim o que você achou?!♥

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s