#52 Álbuns Para Ouvir em 2015: Sambando na Sociedade

Pra começar já vou avisar que se você quiser acompanhar todos os posts desse desafio, é só fazer a busca com: #desafio52albuns. E que ele foi proposto nessa blogagem aqui pela Vic, do Borboletando!

Para escolher um álbum que eu considerasse um samba na cara da sociedade, confesso que tive que preparar um crivo duríssimo, cheio de grandes questionamentos e tentando pesar qual, dentre tantos artistas que sambam colocaria aqui.
Acontece que foi inevitável escolher a rainha do mundo, grande musa do universo, onde em mundo nada justo, temos uma deusa que canta, dança, sapateia, é bem casada, tem uma filha linda, é feminista e SAMBA nas lágrimas das inimigas de salto de stiletto….

Pois é, minha gente, BEYONÇAAAAAAAAAA is in tha house!

Sendo honesta, já começo falando que foi difícil escolher apenas um álbum dela, porque né?! É a Beyoncé, gente, quando ela faz, faz bem feito pra acabar mesmo.
Mesmo ficando entre o saudoso ‘Dangerously in Love’, decidi escolher o último álbum dela, ‘Beyoncé’, por motivos de: COLOCOU NO AR EM ALGUMAS HORAS.
O álbum que carrega o nome do poder, foi disponibilizado em conteúdo digital em surpresa, e se tornou uma grata delas.
Misturando a pegada R&B com um pop (que nunca aparece ‘cru’), Queen B trouxe uma identidade única nas (chorem inimigas!) 17 faixas do majestoso.

Tudo começa com ‘Pretty Hurts’, uma faixa incrível, que ganhou um vídeo mais incrível ainda, com uma letra forte e cheia de personalidade, trazendo uma crítica pesada aos padrões da sociedade.
Além dela, quero citar a clara boa influência do marido, Jay-Z. Em ‘Drunk In Love’ (♥), Bey faz um dueto sexy e com uma batida irresistível, que alias, está presente também em ‘Haunted’, aclamada por ser mais uma das músicas dela no estourado ’50 Tons de Cinza’.

Eu queria mesmo falar de faixa por faixa, mas ainda citando as músicas que mais me impressionaram, não poderia deixar pra trás a tocante ‘Blue’ (que foi escrita para a filha e tem participação dela – meio óbvio), a depois romantizada por John Mayer, ‘XO’ e as grandes concorrentes como mais poderosa do cd ‘Partition’ e ‘Flawless’.

Vale ressaltar o quanto o álbum tem toda a ~cara~ do som de Bey, mas ainda assim atinge a todo o tipo de público pelo som inacreditavelmente bom, bem feito e bem produzido.

Invejosos dirão que é babação de ovo, mas QUE ÁLBUM, migos!♥
7

Anúncios

5 comentários sobre “#52 Álbuns Para Ouvir em 2015: Sambando na Sociedade

  1. Eu não tenho álbum favorito da Bey. Na verdade, prefiro ver os shows dela a ouvir os álbuns, simplesmente, isso eu quase nunca faço. Meu maior carinho por ela vem mesmo pela atitude dentro e fora dos palcos…
    Estou aguardando o suposto (?) álbum dela com o maridão. Nunca fui fã do trabalho musical dele (por não ser muito fã do estilo). Gostei da parceria com o Linkin Park, apesar de conhecer muito fã de LP que detestou… Enfim, gosto do Jay Z como visionário. Ele é empresário e empreendedor e tem vários artistas fantásticos trabalhando com ele. Falei tudo isso porque, se o tal álbum sair, provavelmente vai ser meu preferido da diva, hahaa

    Curtir

  2. Eu não era a maior fã da Diva, até que um dia dei chance pra ela hahaha. O que posso dizer? me apaixonei hahaha fico cantando com aquela voz que saí lá do fundo no chuveiro. Adorei a indicação! Samabraemos na cara da sociedade! Beijão!

    Curtido por 1 pessoa

Conta pra mim o que você achou?!♥

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s