Resenha: ‘Cinquenta Tons de Cinza’

Quando há 3 anos atrás (já!) li o primeiro livro da trilogia ‘Cinquenta Tons’, confesso que me animei.
Pouco sabia-se sobre os mistérios do livro, mas muita coisa ficou explicita quando todos ~descobriram~ que a sequencia era derivada de uma fanfic.
Se você não faz ideia do que é uma fanfic, vem que eu o Wikipédia te explica:

Fanfic é a abreviação do termo em inglês fanfiction, ou seja, “ficção criada por fãs”, mas que também pode ser chamada de fic.Trata-se de contos ou romances escritos por terceiros, não fazendo parte do enredo oficial dos animes, séries, mangás, livros, filmes ou história em quadrinhos a que faz referência, ou uma história inventada por eles.

O grande negócio é que a sequência é uma fanfic de uma das sagas mais famosas dos últimos tempos: a Saga Crepúsculo.
Não vou entrar nos pormenores, mas vale ressaltar que, diferente do filme, lendo apenas a trilogia e sem saber essas informações acima eu dificilmente faria ligação entre a saga teen e o sucesso sensual (?) da leitura adulta.


trailer (caso você não tenha visto um dos zilhões de compartilhamentos)

A sinopse (pelo AdoroCinema) do filme diz: ‘Anastasia Steele (Dakota Johnson) é uma estudante de literatura de 21 anos, recatada e virgem. Uma dia ela deve entrevistar para o jornal da faculdade o poderoso magnata Christian Grey (Jamie Dornan). Nasce uma complexa relação entre ambos: com a descoberta amorosa e sexual, Anastasia conhece os prazeres do sadomasoquismo, tornando-se o objeto de submissão do sádico Grey.’

Vou começar falando que o filme me decepcionou demais.
Listei os motivos para ficar mais claro e mostrar que, apesar de ter alguns pontos positivos, acabei me arrependendo em não escolher outro filme em cartaz para assistir na telona.

1- Enquanto uns pecam na direção, outros não funcionam de jeito nenhum.
Dakota Johnson não era uma estrela de primeira grandeza antes de ter seu nome anunciado como a protagonista da série. Apesar de ter um filme ali, outro aqui em seu currículo, Anastasia Steele seria sua grande alavanca para o estrelato (tanto que a atriz já tem mais 3 filmes em produção fora a continuação da saga). A atriz é boa, verdadeiramente entregue, mas a direção que lhe foi concedida acabou caindo por terra. Anastasia se tornou uma protagonista chata, boba e por diversas vezes, com uma ‘mão pesada’ pro humor, sabe?! Forçando a barra para ser ‘desajeitada-cômica’.
O mesmo não acontece com o Sr. Grey de Jamie, o problema do ator é realmente a falta de expressão.

2- Picantes ou não: Não funcionou.
Um dos piores problemas no longa, pra mim, foi o fato do primeiro plano ser a relação sexual dos dois. Mesmo que nos livros o cenário seja este também, há mais tempo e espaço para isso, por isso, não se torna tão evidente como no filme.
Aparentemente na película, as cenas corridas da história sejam apenas prelúdios para as cenas picantes, os momentos sexuais, e isso me incomodou muito.

3- Rico, poderoso e bonito. (Se fosse outro seria stalker, perseguidor e esquisito).
Quem leu os livros (ou pelo menos um deles) sabe que o Sr. Magnata-Poderoso-Gostosão-Rico-Jovem-AND-Cobiçado Christian Grey, é literalmente um personagem sedutor e peculiar, mas no filme (acredito que, mais uma vez, por ser mau conduzido) Jamie-Sem-Expressão e seu protagonista ficam completamente a deriva, dando a impressão de ser um megalomaníaco, stalker, perseguidor, e por diversas vezes, violento (não apenas na cama. #ParaDeMiMiMi), destes que, se fosse um homem ~comum~, daria medo na vida real.

4- Vário limões = Nenhuma limonada.
Acho que a saga tinha MUITO a oferecer. Sei que parece papo de menininhx que não é emponderada (pq como assim você é feminista e gosta DISSO?), mas eu realmente acho que temas como o BDSM, o tipo de relação diferente da convencional que C. propõe a virginal e nada experiente Ana, as inseguranças da protagonista e o desenrolar da história, isto é, a fundição de dois mundos paralelos, seriam interessantes se trabalhados de uma forma mais ampla, digna e menos apelativa do que encontrei no longa.

5- Não teve fim não senhor!
Fiquei ainda mais feliz (pra não falar ao contrário), quando notei que o filme se aproximava do final, mas que não daria tempo de fazer o ‘fechamento’ como acontece no livro.
Foi dito e feito, o filme não tem o final do livro, simplesmente porque ele ACABA DO NADA.
(Eu poderia jogar spoilers aqui? Poderia. Mas não vou fazer isso, porque já basta uma -será que tem mais?- indignada neste Brasilzão de meu Deus!)

Calma, parece que tava tudo ruim, mas tinha coisa boa sim!

6- Produção pra ninguém ~botar~ defeito.
Se tem uma coisa que eu amo no cinema é o fato de muitas vezes, conseguir visualizar uma história da minha imaginação, na vida real, e se tem uma coisa que não posso negar quanto ao primeiro filme da saga é que ‘holy shit’: que produção é aquela?!
Desde as locações aos figurinos, a produção do longa não deixa a desejar nestes quesitos. Ficou tudo impressionantemente igual e fiel aos livros.

7- Tem Beyoncé sim, e se reclamar vai ter mais!
Outra coisa incrível no longa é a trilha sonora. Tem o The Weeknd com mais uma track de tirar o folego, Queen B com um remix de ‘Haunted’ e uma versão inédita do sucesso de 2003, ‘Crazy In Love’, a queridinha das trilhas sonoras (reparem!) Ellie Goulding com a sucesso ‘Love Me Like You Do’ e mais versões diferentes e MUITO bem convergidas as cenas como ‘I Put A Spell On You’, da Anne Lennox e ‘Salted Wound’ da minha musa, Sia.

O resumo final dessa resenha é que só não me arrependi mais de ter trocado grandes filmes como ‘Sniper Americano’ ou ‘O Jogo da Imitação’ por ‘Cinquenta Tons de Cinza’, porque me deu a oportunidade de fazer esta resenha aconselhando a todos que ESPEREM pacientemente pelo filme em suas tv’s a cabo (NOW, Netflix, TeleCine) ou no stream da interwebs.
Também é legal deixar registrado que, assim como a saga que a derivou, ‘Cinquenta Tons’ pode  surpreender em suas próximas duas produções e superar expectativas que estão tão baixas.
*

Você já leu? Já assistiu?!
Me conta aqui se ficou tão brava, pouco brava ou nada brava! (rs*)
Beijos♥

Anúncios

10 comentários sobre “Resenha: ‘Cinquenta Tons de Cinza’

  1. Fui assistir na semana passada e gostei. Não li o livro e talvez por isso não tenha me decepcionado. Acredito que por ser o primeiro filme “mais caliente” em tempos, até que não está tão ruim. A atuação da moça foi bem “Bella do crepúsculo”, mas acho que foi essa a intenção né?

    Amei os pontos que vc levantou :)

    Beijão!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Eu adorei o filme, como fã dos livros achei que o filme foi feito de uma forma muito mais leve e sim sem final, sem algumas partes mas para quem leu o livro consegue imaginar essas partes, consegue entender o porque de tanta coisa que não explica no filme e por isso acho que quem vai ao cinema sem ler o filme vai sair de lá sem entender nada, porque o filme é feito para quem leu o livro e vai ali o que imaginou tomar forma! :D
    Um beijo amor

    http://futilaoutil.worpress.com/ Tem muitas novidades no meu blogue! Passa por lá ;)

    Curtido por 1 pessoa

  3. Verinha!
    Estou esperando chegar o momento de eu ir no cinema para lançar minha resenha sobre o assunto. Li os livros faz mais que dois anos e as muitas resenhas que eu vi por aí me deixaram super nervosa. Muitos que nem leram os livros acham que podem julgar a história super negativamente, mas eu vi muito mais do que só sexo na saga. Vi um homem destruído emocionalmente e que usa o controle como meio para nao enlouquecer e uma mulher totalmente sem auto-estima se redescobrir e transformar um homem. Esse ponto que eu quero usar como partida.

    Gostei bastante do seu ponto de vista, acho que vou sair super frustrada do kino também.
    Beijos.

    Curtido por 1 pessoa

Conta pra mim o que você achou?!♥

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s