Especial Ano Novo: Girl-Power Mode *ON*

Nesse quarto dia do Especial Ano Novo, eu decidi não listar nada, apenas fazer um texto com um apanhado geral sobre algumas MULHERES incríveis de 2014.

Esse ano, em especial, parece que houve uma grande revolução. 2014 aparentemente foi um ano histórico para a mulher, principalmente, da chance de usar dos veículos de mídia massiva (como a internet) para FALAR. Parece que 2014 foi um megafone.

PicMonkey Collage1

 Preciso começar falando da, ainda menina Malala Yousafzai. A ativista paquistanesa, completamente distante da minha realidade e da de tantas outras pessoas ao redor do mundo, que simplesmente escolheu lutar pelos direitos das mulheres (em especial) da sua região natal, um lugar onde o preconceito com a mulher é histórico e está entranhado entre paredes e homens retrógrados. Essa luta gerou consequências, mas Malala não desistiu, mostrou a força da nova mulher e ainda ganhou um Prêmio Nobel da Paz, pela sua luta contra a repressão de crianças e jovens e pelo direito de todas as crianças à educação.
De lá, dá pra correr e falar sobre a campanha #HeForShe, promovida pela embaixadora de boa-vontade da ONU (e bruxinha nas horas vagas), Emma Watson.  O cenário poderia ser o mesmo de Malala: temos outra mulher lutando pelos direitos de IGUALDADE e pelo APOIO masculino para fazer acontecer. Direitos simples e genéricos que deveriam ser compreendidos e abraçados, anulando as barreiras que separam, nós mulheres, do resto do mundo.
Ainda usando esse gancho feminista, consigo citar mais mulheres públicas, poderosas, midiáticas e fabulosas, que definitivamente se engajaram em levantar a bandeira a favor do movimento. Amy Poheler, Beyoncé, Taylor Swift, Zooey Deschanel e, uma das percursoras do assunto nas grandes mídias, Lena Dunham.
Todas elas e sem exceção, usaram sua voz, sua música, suas obras ou, simplesmente, sua chance de falar ao grande publico, para afirmar e reafirmar o quanto essa fase é importante para nossas conquistas futuras.
PicMonkey Collage2

Na contra mão do feminismo, Jen Law sofreu uma pressão por ter fotos intimas nas mãos de invasores que a ameaçaram e viralizaram sua intimidade sem o menor direito, enquanto a derrubadora oficial de forninhos (e da internet), Kim Kardashian West, posava como veio ao mundo por livre espontânea vontade para uma das capas mais comentadas de 2014.
Ainda falando em capas, uma outra capa que rendeu comentários foi a de Laverne Cox. A estrela de ‘Orange Is The New Black’,  foi a primeira pessoa transgenêro a aparecer na capa da renomada Times, quebrando mais um tabu histórico.

 Não dá pra dizer que só as gringas deram o ar de sua graça em nosso 2014. Julia Petit anunciou uma parceria histórica junto a marca de maquiagens mais cobiçada do mundo, a MAC. Além dela, tivemos uma blogueira na capa da Capricho, Bruna Vieira mostrou que a internet pode brilhar desconectada também. Bonito de ver foi o site Lugar de Mulher ensinar tanta coisa sobre o cenário que vivemos e preparar tantas de nós para um futuro próximo.

 Eu acredito sim que o mundo ainda precisa melhorar. Caminhamos exatamente como canta Lulu: ‘Com passos de formiga’ – mas não sem vontade. Não mais. Graças as Marias, Joanas, Anas, temos mais perspectivas. Graças as Lupita’s (em lembrança a Lupita Nyongo primeira mulher mexicana / queniana a ganhar um Oscar), as Hadiza’s (em lembrança a Hadiza Bala criadora da campanha #bringbackourgirls), as Joanne’s (em lembrança a Joanne Liu presidente sem fins lucrativos dos médicos sem fronteiras), as Clara’s (em lembrança a Clara Averbuck, escritora e feminista).

2014 com certeza vai ser lembrado pela chance de mudar esterótipos, pela chance de termos voz através de nós mesmas e de mulheres incríveis, donas de seu próprio nariz e amigas das outras mulheres! 2014 vai ser lembrado pelo nascimento de um novo tipo de feminismo, um tipo mais ativo e cada vez maior! Vai ser lembrado por uma sororidade que faz SIM parte do que somos como seres humanos, muito mais do que apenas mulheres!


You go, girls!♥ 

Anúncios

3 comentários sobre “Especial Ano Novo: Girl-Power Mode *ON*

  1. Eita, nem sei como escolher minha preferida. Na política com certeza é a Malala <3, A Emma Watson e a Jannifer Lawrence, <3 <3 <3. Muito legal seu post, também acho que o conceito de sororidade é muito bom! As mulheres têm mais que se unir mesmo ^^

    Curtido por 1 pessoa

Conta pra mim o que você achou?!♥

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s