‘All About That Bass’ e a cultura da competição feminina.

Já tem um tempo que quero me dedicar a escrever um texto sobre sororidade, e ontem a noite, assistindo ao EMA pensei: ‘tá na hora’, mas hoje de manhã, quando me deparei com TRÊS posts sobre o assunto achei que não podia deixar passar.

Ontem rolou em Glasgow o European Music Awards, a premiação da MTV Européia que faz as honras premiando os melhores artistas/músicas do ano. Minha surpresa (além de ver Nicki Minaj em 10 looks diferentes a noite toda) aconteceu em uma categoria chamada: ‘Best Song With A Message’. A categoria é direcionada a músicas que carregam consigo uma mensagem, algo que atinja e toque a quem escuta de uma forma boa. Na hora de ver os indicados… Aparece Meghan Trainor e sua estourada ‘All About That Bass’ e aí meu queixo tocou no meu pé.

EMA (Beyoncé levou com ‘Pretty Hurts’, mas a Meghan ainda ficou com o segundo lugar!)

Se você estava em Marte nunca ouviu o hit, eu te dou uma prévia: o refrão é basicamente um chiclete sobre ser um ~corpo tipo violão~ e não um ~corpo tipo flauta~ (o que quer que isso queira dizer).
Não que eu não goste da Meghan, NÃO! Muito pelo contrário, acho a música legal e bem ‘summer-song’, a questão é não concordar na hora de usar as mina mais magrinha tudo pra me achar mais gostosa ou o que quer que seja! Não vou sair por aí diminuindo os outros pra me sentir melhor, manja?!

Falta sororidade! Se você não sabe o que é, peraí que eu te explico!

‘Sororidade vem do latim, sororis, irmã e idad, relativa a qualidade. É um pacto de fraternidade entre as mulheres que se reconhecem irmãs. É aliar-se, partilhar e principalmente mudar (e mudar-se) a sua própria realidade como mulher se libertando das diferentes opressões a que somos sujeitas. Nada mais é, que uma dimensão ética, política e prática do feminismo contemporâneo.’

Toda a questão que eu tô levantando aqui tem a ver com essa cultura absurda e retrógrada de que nós, mulheres temos que viver nesta eterna competição com as outras mulheres do mundo. Essa história de que ‘mulher se arruma pra fazer inveja em outra mulher’ ou de que ‘mulher não pode achar outras mulheres bonitas’ ou, desse pior tipo, as que ‘pensam que achar e falar que a fulana está gorda e tem celulite’ vai fazer elas se sentirem melhor sobre quem elas são na sociedade (até porque, posso ser o que eu quiser e me sentir linda SEMPRE!).

Como eu disse no inicio do post, mais três textos me chamaram a atenção pra este assunto. O primeiro é esse AQUI do Lugar de Mulher, que aborda o ódio entre mulheres cultuado desde sempre e suas consequências. O seguinte é esse AQUI da Isa no Strawberry Fields, onde ela conta sua experiência capilar e cita o quanto é difícil pra ela (e com certeza pra várias outras mulheres, inclusive eu!) serem aceitas como elas são!
O último é esse AQUI da Stephanie no Chez Noelle, onde ela fala (além da nova postura da Tay Swift), de como o ‘girl hate’, também conhecido como ‘ódio feminino’, deve ser banido pra gente dar espaço pra mais apoio pra outras minas e consequentemente, recebermos mais apoio de volta!

Parece aquele blá blá tosco sobre nos unirmos e queimarmos sutiã em praça pública, mas historicamente sabemos que, graças as feministas que queimaram tudo, temos hoje direitos civis, políticos e sociais. Temos voz.

Só pra terminar, achei que valia ressaltar o quando gostei de ‘Pretty Hurts’ ter levado o prêmio, mas ainda acho que ‘Flawless’ tem muito mais a ver com o momento, afinal…

‘I wake up looking this good / And I wouldn’t change it if I could’

Anúncios

2 comentários sobre “‘All About That Bass’ e a cultura da competição feminina.

  1. Concordo com tudo! Tem meninas que são magrinhas porque tem o biotipo desse, igual muitas meninas mais cheinhas que são assim porque são e pronto. A beleza tá nas diferenças!
    Como você disse, a música é legal, dançante, mas para concorrer com “Best Song with a Message” foi forçar a barra.

    Thank God a Bey levou essa com esse hit MARA! – ainda que Flawless fosse ainda mais perfeita para a categoria ♥

    Curtido por 1 pessoa

Conta pra mim o que você achou?!♥

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s