Combo: Diva #10 + MOLIERES que AMAMOS!

Pois é, eu tinha um post todo fofo contando sobre como Mama Monster é uma diva, mas diante da apresentação de ontem (se você tava na lua, essa daqui!) da mulher mais poderosa do cenário da música mundial, ela teve que ~furar a fila~.

Como já sabem, as (NA NA NA DIVA is a female version of a hustla♫) DIVAS se resumem as minhas inspirações de todos os dias seja na atitude, no GIRL-POWER, na maquiagem, no estilo, cabelo, nas músicas… Enfim, as musas do meu ♥

Aqui vão 8 (e olha que tinham mais!) motivos para amar e idolatrar… BEYONCÉ!

1- Início e ‘Destiny’s Child’.
Não é surpresa pra ninguém que a musa da música atual tenha começado num grupo de garotas, em meados de 97. No mesmo, ‘Destiny’s Child’, o pai de Beyoncé já comandava a parada como assessor.
O trio, que viraria hit anos mais tarde, começou timidamente abrindo os shows do -sdds- TLC e ganhou projeção internacional quando gravou ‘Say My Name’ e ‘Bills, Bills, Bills’ e atingiu a marca de dois hit’s em primeiro lugar na Billboard. 
O grupo passou por mudanças, gravou um novo cd, estourou com ‘Independent Woman’ e Bey sempre se destacou e se manteve firme no propósito. Pq diva que é diva trabalha MEIXMO.

2- Pausa – Carreia Solo.

Logo, as meninas decidiram dar um ~break~ no DC e correrem com seus projetos solos. Bey gravou seu primeiro single sozinha ao lado do produtor Marc Nelson, a música era trilha de ‘The Best Man’. Daí em diante não parou: assinou seu primeiro contrato solo e no embalo gravou e regravou muitas músicas de sucesso. Pq diva que é diva estoura em grupo e estoura sozinha!

3- Atriz e ‘Dangerous in Love’.

Bey não se cansou, tratou logo de investir na carreira de atriz. A musa atou em ‘Dream Girls’, ‘Bonnie e Clayde’ e ‘Resistindo as Tentações’
Em 2003, Bey lançou seu primeiro disco solo: ‘Dangerous in Love’ que conta com sucessos mundiais. ‘Crazy in Love’ (feat. mozão), ‘Naughty Girl’ (AMO!♥) e ‘Baby Boy’. O cd ainda conta com versões gravadas para os filmes que ela atuou. Pq diva que é diva é multifunção!

4- Fim do Grupo e ‘B’Day’.
Após o lançamento do seu último cd, Destiny’s Child decidiu se separar no final de 2005. Bey, que já estava estourada na carreira solo também, decidiu lançar mais um álbum, intitulado desta vez: ‘B’Day’.
O cd trás grandes músicas como as bombadas ‘Irreplaceble’ e ‘Deja Vu’. Pq diva que é diva não faz música, só faz HIT!

5- Parcerias.
Bey tem em sua lista nomes realmente grandiosos! Jay mozão Z, Sean Paul, Lil Kim, Timbaland, Kanye West, Lady MAMA MONSTER Gaga (em 2 singles BOMBADOS!) e Frank Ocean são apenas alguns dos inúmeros artistas que gravaram ou fizeram participações ao lado da Queen B. Pq diva que é diva não sai gravando com qualquer um.

6- A virada – ‘I’m Sasha Fierce’ e Jay-Z.
Bey continuou atuando e trouxe muitos papéis importantes em sua carreira da atriz, mas onde ela iria surpreender realmente seria no cenário musical.

Ao lançar o álbum ‘I’m Sasha Fierce’, Bey mostrou DE FATO a que veio. Logo de cara com ‘If I Were a Boy’, Queen B alcançou a primeira posição em 7 (SETE!!) países diferentes, na mesma onda com ‘Single Ladies’, a morena ficou em primeiro lugar nas paradas mundiais por nada mais nada menos que QUATRO semanas consecutivas.

Este disco é recheado de grandes sucessos: ‘Diva’, ‘Sweet Dreams’, ‘Halo’ e minha preferida: ‘Broken Hearted Girl’. Pq diva que é diva não faz miséria.

7- Estilo – Perucas, corpão e makes.
Bey é do tipo DIVA mesmo. Cabelão, corpão e carão. O combo completo.
No dia a dia usa os cabelos sempre no mesmo formato, mas ousa nas apresentações e shows com perucas. Ela é adepta ao baby liss nas pontas e ao tom mais claro que a pele.

Nas makes, Bey também é usuária do clássico. Sempre vista com ‘boca tudo+olho nada’ ou ‘olho pesado+boca nude’, Bey sustenta qualquer look e é referência para muitas mulheres. Pq diva que é diva é musa inclusive por fora.

8- ‘4’, maternidade e ‘Beyoncé’.

Em 2011, B. lançou mais um trabalho. ‘4’ trás uma estrela musical mais firmada e séria, possivelmente mais convidativa e consagrando seu público. Grandes sucessos como ‘Best Thing I Never Had’ e ‘Party’ foram as provas de que Queen B. só consegue melhorar. 
Pausa dramática para ‘Run The Word’, uma das músicas mais tocadas no mundo.

Em 2012, Bey finalmente virou ‘Mamãe B.’. Blue Ivy, fruto da sua união com Jay foi anunciada em um VMA e já tem uma música dedicada a ela. Música lançada em seu mais novo álbum que leva o nome da mamis, ‘Beyoncé’
O cd veio pra afirmar (e precisava?) ainda mais a soberania de Bey no mundo fonográfico. Sincera e com um estilo único, Beyoncé foi comparada ao Rei do Pop, Michael Jackson em sua nova turnê. 

O álbum carregado de letras fortes e batidas marcantes, já acumula sucessos como: ‘XO’ (pausa dramática para esta versão de João Mayer), a critica de ‘Pretty Hurts’, a polêmica ‘Flawless’ (que cita a tretinha entre mozão e sua big sis) e a pegada de ‘Partition’.
Pq diva que é diva se supera quando a gente acha que não dá mais!

BÔNUS!

→ Tem que ficar ligado: a musa vem com essa regravação de ‘Crazy in Love’ pra adaptação pros cinemas de ’50 Tons de Cinza’.
→ Beyonça tem marcas de roupa em seu nome, gravação de single não lançado com a amiga Alicia Keys e até uma mosca do bumbum avantajado batizada com seu nome!
→ Bey é a mulher mais influente e bem sucedida do mundo fonográfico segundo a Forbes.

 

É pouco, ou quer mais?!♥

SENDO APENAS MARAVILHOSA!♥

Anúncios

4 comentários sobre “Combo: Diva #10 + MOLIERES que AMAMOS!

Conta pra mim o que você achou?!♥

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s