O Grande Recado de Madiba.

Ontem fuçando o lamaçal ocioso da internet, me deparei com essa matéria do Hypeness que conta mais sobre a história de Taofik Okoya, um ex-diretor executivo que, ao ir comprar um presente para sua sobrinha, se deu conta de que todas as bonecas eram BRANCAS E CLARAS e não se assemelhavam em nada com a realidade da sua sobrinha e de tantas outras meninas no mundo! Através disso, teve a ideia e desenvolveu um projeto lançando uma coleção de bonecas NEGRAS, inspiradas em grandes mulheres africanas.♥

Indo mais longe, há alguns meses atrás, tivemos na mídia geral (lê-se: tv/internet) um bombardeio de opiniões diante de uma única atitude: o jogador Daniel Alves, convocado para a Copa que aconteceria aqui, no Brasil, durante um jogo do time que detém sua contratação na Espanha, foi vitima de racismo e ironizou a atitude.
Contando assim, parece algo comum, mas na verdade, a atitude tomou proporções BIZARRAS.

A atitude do jogador foi genuína, exatamente como a do africano acima, que -como diria Jean Cocteau – ‘Não sabia que era impossível, foi lá e fez’. E este foi de fato o único ponto em comum. Ambos quiseram mostrar para o mundo: ‘Ei! Somos negros, somos crianças, nossa brincadeira é igual a de todo mundo!‘.
É irônico não? Que uma brincadeira de boneca e uma brincadeira de bola possam trazer a tona este assunto ARCAICO que é o racismo. As pessoas ainda não entenderam o ano que estamos?

Ainda citando alguns exemplos, temos – senhoras e senhores – Lupita Amondy Nyong’o. Mulher, negra, mexicana com naturalidade queniana, dona de um ‘Oscar’, primeira vencedora do ‘SAG’ de melhor atriz coadjuvante, a mulher mais bonita do mundo pela revista ‘People’ em 2014, musa inspiradora, indicada a 8 premiações e etc..etc..etc.
MADIBA B AND W
Eu poderia passar a tarde falando mais sobre como Lupita, Taofik e Daniel tiveram influência nos últimos anos para uma mudança drástica, mas ainda não satisfatória no cenário mundial que vivemos hoje. Poderia falar do líder-revolucionário-visionário que coincidentemente (JURO!) tem -desde 2009, conforme proclamação da ONU- 18 de julho como SEU DIA, ‘O Dia Internacional de Nelson Mandela’, Nelson Mandela, o mais importante homem na história da África do Sul e consequentemente dos direitos a IGUALDADE.

Porque todo este texto foi apenas assemelhando isso: IGUALDADE.

Estas são histórias sobre pessoas que nunca, JAMAIS, deveriam aparecer como exceção. Estas são pessoas INCRÍVEIS que lutaram por seus direitos como SERES HUMANOS, assim como tantas outras classes lutam atualmente pelo direito de viver e ser livre.
Acho que no fundo, era esse o grande recado de Madiba.

(Sem querer, acabo prestando uma homenagem ao vencedor do Prêmio Nobel da Paz de 1993, considerado ‘pai da moderna nação sul-africana’ e por fim, um pouco de todos nós).

Anúncios

2 comentários sobre “O Grande Recado de Madiba.

  1. Incrível ler matérias tão geniais sobre pessoas que merecem o que recebem, seja salário ou reconhecimento, independente de sua cor. Temos grandes exemplos de homens e mulheres maravilhosas na história que eram ou são negros, como o presidente dos EUA, a maior apresentadora de Talk Show Oprah e muitos outros. Adorei seu texto, conteúdo interessante e diferente da maioria. Parabéns!

    Blog Marcella Beato

    Curtir

Conta pra mim o que você achou?!♥

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s