Sobre quem se abaixa demais.

Me sinto numa fase meio ‘sem amigos’. Não sei se todos já a viveram, mas acontece de vez em quando comigo.

No momento, todos os meus amigos e amigas namoram, os que não, estão muito ocupados com outras coisas, os que sobram, talvez não sejam tão meus amigos assim.
Não acho certo condenar ninguém por nenhum dos três motivos acima, ou por qualquer outro, porque, sabe, as vezes eu me ausento também.
Eu costumava ser critica, achar que todos os meus amigos tinham que ser tão amigos como eu pensava que eu era. Eu me achava uma grande amiga.

Daí um dia tive que escolher entre dois amigos que brigaram e nesse dia, notei que não era tão difícil. Talvez eu pensasse ser uma grande amiga, mas naquele momento, um dos dois ficou sem minha amizade. Isso não é ser grande.

Eu costumava ter muitos amigos meninos, me vangloriava desse titulo, cantava de boazuda porque ‘não preciso dessas bitches, falsas coladas em mim pra ser querida e amada’. Eu estava errada. A idade e o tempo mostraram isso com as circunstâncias. Nenhum menino pode me ajudar quando eu bebi demais e chorei, eles quiseram se aproveitar. Nenhum menino me ajudou quando eu disse que precisava escolher uma roupa, eles se esquivaram e não apareceram. Nenhum menino aceitou o fato de eu ser ciumenta, e simplesmente se afastou por achar que eu era maluca por ter ciúmes de amigos. Todos eles, de formas diferentes, não conseguiram cumprir o papel que é de uma AMIGA. Foram as minhas amigas que me consolaram dos pés na bunda, que jantaram ouvindo sobre todos os meus inúmeros problemas e disseram que eles não eram tão numerosos, nem tão problemas assim.

Ainda assim, nesse momento, eu também não as tenho.

Minha atual fase, me obriga a sentir raiva delas, raiva deles. Me esquecer de tudo o que fizeram por mim e me lembrar somente do último bolo que me deram, da última mentira que contaram, da última mancada. Me faz apenas ver o que já fiz de bom pra eles e o quanto são mau agradecidos. Talvez não sejam, mas hoje é exatamente assim que me sinto.

Fases, como todas as outras, passam. E essa provavelmente vai passar também! Ainda bem.
Não gosto de guardar rancor, nem mágoa, nem costumo faze-lo.
Mas minha mãe já dizia: ‘Quem se abaixa demais, mostra a calcinha’.

Anúncios

3 comentários sobre “Sobre quem se abaixa demais.

  1. Já me senti assim e me sinto agora. Eu sou cheia das ausências, mais como mecanismo de defesa e recuperação, nada pessoal. Mas sou uma boa amiga. De qualquer forma é bom sempre se lembrar que cada um é cada um, que o bom é abrir o jogo e ter amigAs realmente, faz falta. Constatei isso quando me peguei falando de compras com o namorado e notando o visível despreparo dele com o assunto, HAHAHAHA

    Curtir

Conta pra mim o que você achou?!♥

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s