when your ♥ is an empty.

Sou uma pessoa copo cheio. Tenho opinião pra tudo, e pro que não tenho, vou sempre estudar e ir atrás para entender e formar um posicionamento.
Ah, e gosto muito de falar de mim.

Mesmo assim, a sensação de vazio insiste em dar as caras de vez em quando.
Pode ser num dia frio de semana, no meio de uma festa as quatro da manhã ou indo deitar aconchegada em casa. O vazio acaba aparecendo.
Ele vem devagar, sorrateiro, no silêncio. Vai se aproximando, agarra no meu pescoço e sufoca a garganta. A mais pura sensação de alergia, daquelas que faz a glottis fechar.
As vezes provoca lágrimas, as vezes não. As vezes me empurra de uma ladeira tão alta e íngreme, que a sensação que eu tenho é de que para subir, vou precisar prender a respiração até ficar enjoada.
Não existe prelúdio pro vazio, nem aviso, nem sinal. Quando você vê, ele já está lá. Presente em cada canto da sua alma, sugando cada metro cubico da sua pele, em sua maior densidade. As vezes penso que é como um tsunami, você não percebe até derrubar todas as suas portas, janelas e verdades.

O vazio é sempre pior que o fundo.
O fundo sempre tem parede para apoiar, dar impulso e subir de novo. O vazio não tem nada.
Não tem remo, não tem parede, não tem ninguém.
No vazio, você tá sozinho, mesmo que tenha alguém junto com você, porque você simplesmente não consegue enxergar nada.

Aí quando você menos espera, o vazio vai embora. Deixa a marca dele e sai, exatamente como chegou. Silencioso, devastador e único.
Pelo menos até o próximo.

 

Anúncios

Conta pra mim o que você achou?!♥

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s